Resenha: Todo Dia

Resenha por Brunna Carolinne

Autor: David Levithan
Editora: Galera
Número de páginas: 280

A não sabe o quê exatamente ele é. Sim, porque este ser(?) nem sequer sabe se ele é uma pessoa. Toda manhã, A acorda em um corpo diferente, em uma vida diferente. Os corpos tem sempre a mesma idade que A (agora, 16 anos), mas podem ser menino ou menina, rico ou pobre, gordo ou magro, negro ou branco, heterossexual ou homossexual, drogado, suicida, explorado, doente, religioso ou simplesmente comum.
Sem jamais ocupar o mesmo corpo duas vezes, A não tem o mínimo controle sobre quem será ou onde estará no dia seguinte, mas até que já se acostumou com esse fato, afinal, sua vida nunca fora de outra forma.
Simplesmente passando pelos dias, A segue sua realidade interferindo o mínimo possível e quase não se envolvendo no cotidiano das pessoas que pega os corpos emprestados, isso até conhecer a namorada do rapaz que está habitando no momento. A se apaixona pela garota e passa a desejar, mais do que tudo, um corpo só para si, para poder ficar com Rhiannon dia após dia, todo dia. No entanto, como exigir a aceitação de uma pessoa para uma situação que nem mesmo A sabe definir?
Singular, diferente, original, raro, inusitado. Único. Faltam palavras para tentar definir Todo Dia, esse livro simples, mas com tanto a transmitir. O autor conseguiu criar um protagonista ímpar, que não tem preconceitos ou pensamentos limitados. A é encantador, delicado, sensível, meigo, que tem ambições e seu próprio modo de ver o mundo. Por já ter vivido tantas vidas, A tem uma mente aberta para diversos assuntos.
A conhece muitas realidades, e, como a narrativa é em primeira pessoa, é difícil para o leitor acompanhar algumas delas. É angustiante ver como a vida de alguns seres humanos pode ser tão horrível, é desesperador ver como alguém pode passar por tanta coisa difícil, é completamente aflitivo ao menos pensar o quanto uma pessoa pode sofrer tanto. E nós aqui, cheio de convicções, certezas e pré-conceitos, fazendo diversos julgamentos de tudo e de todos, na maior parte deles de maneira mais que equivocada. E o autor faz isso conosco, vai retirando nossas cascas, mostrando o quanto um ser que se diz racional pode ser mesquinho e cruel, deixando rótulos de lado, passando uma verdadeira lição, mas sem o tom de uma.
O romance é tocante, eu me via torcendo para que tudo desse certo. Consegui me afeiçoar aos dois personagens e entender o lado de ambos. Apenas senti falta de uma explicação mais amarradinha para a questão quem/o quê é A?. E que final foi esse? A última página me deixou completamente confusa e sem saber o que fazer/pensar/falar/agir. Passei o resto do dia introspectiva e até agora continuo sem entender esse final.
Perceberam o quanto fiquei envolvida com a história? Perceberam o quanto gostei desse livro? Perceberam quão grandioso ele é? Mesmo que eu tenha ficado cheia de dúvidas e questionamentos, não posso dizer nada menos que leialeialeia.
"Queria que o amor conquistasse tudo. Mas o amor não conquista tudo. Ele não pode fazer nada sozinho.
Ele depende de nós para conquistar em seu nome."
pág. 242

9 comentários:

  1. Fiquei com vontade de ler o livro depois da sua resenha... adorei o blog, abraços

    ResponderExcluir
  2. Isso de acordar cada dia em um corpo diferente, seja magro, rico, ou os outros que você citou, acho que atrai qualquer leitor.
    Já peguei esse livro e pretendo ler logo, ouvi muitos elogios e acho que vai ser bem legal mesmo.
    Já o que você falou do final me deixou com um pouquinho de medo, mas nada que me faça desistir da leitura!

    Beijos!
    http://cheirinhodolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Lembro quando esse livro foi lançado e muita gente fez comentários positivos, mas por algum motivo começou a mudar com o tempo e aos poucos os comentários deixaram de ser positivos. Muita gente comenta exatamente o que você disse, em especial sobre o final, então acabei perdendo o interesse que tinha até então. Apesar disso, eu acho a ideia genial.

    PS: Brunna, fiquei feliz ao saber que você recebeu os livros, e gostei muito da sua foto também :D Vi que alguns blogs já estão recebendo os livros de maio, então se tudo der certo vou receber amanhã (ou sexta). Estou torcendo muito por isso, principalmente pelo primeiro livro do selo #Irado *-*

    ResponderExcluir
  4. Hey
    Gosto bastante das opiniões que leio sobre esse livro, a sua não foi diferente.
    Romance tocante? Acho que faz um tempinho que não pego nada assim.. leio alguns romances, conquistam.. mas marcar é outra coisa HAHA

    Ótima resenha

    bjs
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  5. Oi Brunna

    Comprei esse livro na mesma promoção do Sub e o frete foi bem mais barato do que imaginei.
    Sua resenha ficou linda e se eu já estava querendo muito ler, agora minha curiosidade está nas alturas.
    Estou cheia de expectativas e espero que ele não me decepcione.

    Beijos
    Mundo de Papel

    ResponderExcluir
  6. Olá Brunna,

    Esse livro esta na minha lista de desejados, a cada resenha que leio fico ainda mais curioso e a sua resenha não foi diferente...parabéns....abraços.


    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Eu tenho esse livro aqui na minha estante, confesso que morro de vontade em lê-lo, mas tem tantos outros na frente...

    Beijos, Paradoxo Perfeito

    ResponderExcluir
  8. Ahhh tá ai um livro que eu to doida pra ler. É tão bom quando a gente se envolve com a história, né? Fica tudo bem mais legal

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  9. Já tem um tempo que tenho esse livro na minha estante e tenho bastante interesse de ler ele para poder resenhar em meu blog, mas eu ainda não o peguei, porque eu estou esperando o momento certo para ler. Mas pela sua resenha achei que a história é realmente bem interessante e espero poder gostar bastante =]
    Você soube colocar muito bem seu ponto de vista sobre o livro
    e isso me atrai bastante nas resenhas. PARABENS viu?

    Se cuida minha querida e fica com Deus
    Bom Feriado pra vc

    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

« »
 
Layout por Adália Sá e modificações por Brunna Carolinne. © Proibido cópia total ou parcial. Plágio é crime!