Resenha: Passarinha

Resenha por Brunna Carolinne

Autora: Kathryn Erskine
Editora: Valentina
Número de páginas: 224

Desde "O Dia Em Que A Nossa Vida Desmoronou" que Caitlin tenta entender tudo a sua volta praticamente sozinha. Antes seu irmão mais velho, Devon, a ajudava, explicando os sentidos das mínimas coisas do cotidiano deles, mas agora que ele morreu, Caitlin tem dificuldade de entender que nem tudo na vida está no sentido literal das palavras e que ela não pode dizer em voz alta tudo o que está em sua mente.
A garotinha de 10 anos é autista, portadora da Síndrome de Asperger, por isso tem tanta dificuldade de Captar O Sentido, mas isso não quer dizer que ela não seja inteligente, habilidosa e amorosa. Caitlin necessita apenas de compreensão e esclarecimento de determinados conceitos de palavras, metáforas e atitudes.
Caitlin é impaciente, persistente e possui certas manias que causam estranheza aos indivíduos próximos a ela. Sua mãe faleceu há anos, seu irmão acaba de morrer e seu pai está em profunda tristeza desde então. A menina recebe orientações da terapeuta de sua escola, a Sra. Brook, que tenta mostrar o quanto é importante fazer amigos e se relacionar com as outras pessoas. Apesar de ser bastante introspectiva, Caitlin tenta sim fazer amizades, mas é tão complicado... Parece até que ninguém a compreende.
Passarinha mostra a dificuldade que uma pessoa autista tem em ser aceita na sociedade, todos os problemas que ela enfrenta em desvendar o mundo tão complexo que a rodeia, a tentativa de superar a morte de um indivíduo próximo a você, a violência presente em cada canto do planeta, o bullying, o valor de uma amizade... O livro é muito rico, em todos os sentidos.
A leitura é dinâmica, fluida, tocante, comovente e bastante especial. Narrada em primeira pessoa pela Caitlin, é praticamente impossível não sentir empatia pela garota. Dá vontade de entrar no livro e abraçá-la, brincar com ela, explicar algumas situações da vida e ajudá-la a atravessar esse momento difícil. Ela está tentando superar a morte de seu querido irmão e também de ajudar seu pai a fazer o mesmo. Ela sente tanta falta de Devon, mas entende que ele se foi para sempre.
Mesmo tendo diversos motivos para a narrativa ser bem pesada, ela não é. Muito pelo contrário, é leve, divertida e envolvente. O humor presente é tão simples e inteligente que dá um ar agradável e confortável para o leitor. A obra é lida bem rapidamente e, quando a última folha é virada, fica aquele sentimento bom no coração.
A edição da editora Valentina está tão meiga quanto seu conteúdo. Letras em tamanho excelente, folhas amarelinhas, diagramação muito fofa e capa extremamente bem elaborada. É necessário ressaltar quão importante e necessária é a “Nota da Tradução” presente no início do livro, pois ela esclarece diversos assuntos essenciais que serão tratados no interior do exemplar.
Uma obra brilhante, magnífica, adorável, que transmite diversas lições e que “ficará para sempre gravada em seu coração”. Passarinha é aquele livro que não pode faltar de maneira nenhuma em sua estante, é um singelo presente da autora para aqueles que gostam de histórias inigualáveis.
"(...) O bom dos livros é que as coisas do lado de dentro não mudam. (...) E não importa quantas vezes você leia aquele livro as palavras e imagens não mudam. Você pode abrir e fechar os livros um milhão de vezes que eles continuam os mesmos. Têm a mesma aparência. Dizem as mesmas palavras. Os gráficos e ilustrações são das mesmas cores.
Livros não são como pessoas. Livros são seguros."
pág. 42

9 comentários:

  1. Oie :)

    Estou com muita vontade de ler esse livro e creio que farei isso muito em breve, amei a capa !!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Esse livro parece encantador! É essencial que temas como autismo sejam abordados para que as pessoas se conscientizem sobre o problema. Ótima dica! Abraços, Isabela.

    ResponderExcluir
  3. Olha, eu quase saí da Bienal com esse livro. Todo mundo tem falado tão bem, até o próprio Marcelo da Valentina diz amar esse livro... Impossível não querer ler.
    Até agora não vi muitas resenhas sobre ele, então as que tenho visto estão sendo essenciais pra aumentar minha vontade. Fato que deve msm ser um livro muito marcante.

    Bjs, Kel - www.itcultura.com.br

    ResponderExcluir
  4. Parece uma história linda! Quero muito ler, nunca li nada com o tema autismo.
    E amei essa capa!
    beijos
    http://apenas-um-vicio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Alyne Adriana18/09/2013 22:00

    Amei a capa e a resenha, realmente parece ser muito bom! <3

    Beijos.

    Morte Na Flip, sorteio.

    ResponderExcluir
  6. Como você sabe, gostei muito de Fale! e minhas expectativas em relação a esse livro são enormes. A cada dia que passa a Valentina se torna uma editora mais especial, justamente por trazer obras especiais como Passarinha.
    Confesso que não é estranho vê-la falando tão bem da obra, mas isso apenas aumenta meu desejo de conhecer o livro e se encantar com Caitlin (algo que já aconteceu apenas com sua resenha). Deve ser uma garotinha mágica!
    Uma coisa é certa: vou ler o quanto antes.

    Parabéns pela resenha!
    Beijos!
    Ricardo - www.overshockblog.com.br

    ResponderExcluir
  7. Assim que vi essa capa tive vontade de ler. Gostei da postagem.

    Novidade, meu livro "Feitiço" foi publicado pela editora Novo Conceito! Espero que goste da leitura!

    Bjs

    Liza Jones

    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    http://lizajoneslivros.wix.com/lizajones

    ResponderExcluir
  8. baby_monster20/09/2013 12:50

    Quando vi esse livro pela primeira vez, senti vontade le-lo mais por causa da capa, depois que li a resenha, fiquei morrendo de vontade ler mais ainda o/

    acervo-de-livros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. O livro parece ser interessante! Gostei, já estou seguindo o blog!
    Assim que puder faça uma visita: http://cantinhos2livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

« »
 
Layout por Adália Sá e modificações por Brunna Carolinne. © Proibido cópia total ou parcial. Plágio é crime!