Resenha: Como eu Era Antes de Você

Resenha por Brunna Carolinne

Autora: Jojo Moyes
Editora: Intrínseca
Número de páginas: 320

Com 26 anos, Louisa Clark tem uma vidinha simples e sem tantas emoções que inclui um namoro de 7 anos com um cara fissurado em esportes, uma moradia (que divide com os pais, a irmã solteira, o sobrinho pequeno e o avô que sofreu um derrame e precisa de cuidados constantes) e um trabalho como garçonete num café.
Na casa de Louisa o orçamento sempre está apertado, e a situação só fica mais difícil quando, de repente, o café onde Lou trabalha fecha as portas e ela fica desempregada. Sem perspectivas e qualificações, o único emprego minimamente aceitável que Lou encontra é o de cuidadora de um tetraplégico. Como o salário é muito bom, logo Lou passa a trabalhar na residência dos Traynor.
Will Traynor é um homem de 35 anos que, após sofrer um acidente, ficou preso a uma cadeira de rodas, necessitando sempre da ajuda de outras pessoas para realizar as mínimas ações de seu cotidiano. É sarcástico, grosso, mal humorado, amargo e infeliz, chegando até a afetar todas as pessoas a sua volta com tanta arrogância.
Logo de cara Lou não sabe por quanto tempo conseguirá aguentar tanta grosseria de Will. Ok que ele foi um cara ativo, sempre viajando e aproveitando o melhor que a vida poderia oferecer e que agora ele não conseguirá mais fazer todas essas coisas, pois uma cadeira de rodas o mantém preso a uma realidade desgostosa, mas mesmo assim, ele teria que dar graças por ainda estar pelo menos vivo! Né?
Como uma surpresa que o universo deixa guardada, Lou e Will começam a se aproximar, os dois vão abrindo espaço e percebem que há muito o que aprender um com o outro. Quando Lou descobre alguns planos de Will, é aí que ambos se aproximam ainda mais. Lou está empenhada a ajudar Will, a fazê-lo pensar de maneira diferente sobre certos assuntos, só que ele é tão cabeça dura...
Como eu Era Antes de Você é um livro extremamente tocante e comovente. O quanto uma leitura pode te envolver a ponto de você se sentir completamente vazio? Foi assim que me senti durante (e depois) a leitura dessa obra: vazia. Fiquei com um buraco imenso no peito, sem saber o que fazer para poder enchê-lo novamente (e até hoje, dias após ter virado a última página, esse buraco não foi cheio completamente, talvez nunca seja). A história é tão intensa, triste e apaixonante que, mesmo com letras miúdas, o exemplar é devorado muito rapidamente.
Ainda que contenha personagens cativantes e muito bem construídos, história linda e muito bem pensada, diálogos e situações cômicas e muito, muito aprendizado, não posso indicar esse livro. Simplesmente não posso (e não consigo) fazer isso. Por quê? Por causa do desfecho! O final é no mínimo inaceitável. Eu até entendi, mas não aceitei. Não adianta nem torcer, desde o início, com todas as suas forças, porque o fim é aquele programado e não mudará, mesmo após tantas coisas que os personagens passaram no decorrer do livro, após tantas descobertas e mudanças, o fim é o mesmo, parece até que nada do eles viveram adiantou para que o desfecho fosse outro.
Lágrimas rolam durante a leitura, você almeja, mais que tudo, um final digno para tudo aquilo. É um drama, pode-se dizer, que mexe com toda a sua estrutura e faz você ter sentimentos conflitantes todo o tempo. Mas nem as horas boas, nem o aprendizado, nem os bons personagens que se conhece nesse livro valem a pena por tanto sofrimento quando a leitura é finda.
"- Onde há vida, há esperança, não é assim?"
pág. 68

11 comentários:

  1. Gostei da resenha e tenho vontade de ler... Acho a capa tão fofinha RSRS
    Brunna, ainda sobre livros... Convido para ler"Feitiço" ;meu livro publicado pela Novo Conceito. Espero que goste!
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/
    Site:http://lizajoneslivros.wix.com/lizajones

    ResponderExcluir
  2. A Angélica, colunista do meu blog, fez uma resenha sobre ele e elogiou muito! Ele está na minha lista de urgências, quero ler assim que sobrar um tempo! Estou mega curiosa...

    Bjs, Isabela.
    www.universodosleitores.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Brunna!
    Esse livro foi muito traumatizante para mim, eu chorei de raiva de indignação e até hoje não consegui escrever uma resenha dele. Eu também não aceitei aquele desfecho, eu senti que tudo o que a Lou fez foi em vão. Eu não fui capaz de achar a história linda como outras pessoas acharam; para mim seria linda se tive um final diferente daquele.
    Parabéns pela resenha!

    Beijos,

    Rafa{Fascinada por Histórias}

    ResponderExcluir
  4. Olá Brunna,

    Sua resenha só aumentou a vontade de devorar esse livro o qto antes....
    Darei minha opinião tão logo termine a leitura....

    Abraços,

    Layra Untar

    ResponderExcluir
  5. Amei a resenha *-* e já sei q vou chorar muito... Mais gosto de livros q me emocionam *-*

    ResponderExcluir
  6. Amei a resenha, quando fui a livraria peguei esse livro, mas depois desisti de leva-lo e acabei pegando o Teorema de Katherine, mas vou coloca-lo em minha lista, muito boa a sua resenha!!
    xoxo
    http://amorazap.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Brunna que resenha mais dramática e negativa, rsrs. Tinha muita vontade de ler esse livro, era parte da minha lista urgente de compras, mas depois de criticar assim o final, desanimei. Se o final é tão triste assim acho que nem vale a pena arriscar.

    Beijos
    Caline - Mundo de Papel

    ResponderExcluir
  8. Aaaaaaah! Não, não me conte isso! O final que me deixará triste?
    Consegui o livro numa troca, a muito custo. Louca pra ler. Sou fã dos dramas,dos conflitos, dos encontros entre pessoas significantes. Acho que o livro tem tudo isso. Superação, reflexão, necessidade de entender e perceber o outro em suas peculiaridades. Muito rico, ao que me parece.
    Sabe de uma coisa? Mesmo que o final não seja como gostaria, acho que isso imprime verdade à história. Afinal, como gosto de dramas reais, possíveis, próximos de nós, a vida é mesmo assim, imprevisível. Por vezes dolorosa mesmo depois de tanta luta.

    ResponderExcluir
  9. Oi Bruna! Obrigada pela resenha " esclarecedora" rs! Tinha vontade de ler esse livro, mas pelo que li aqui já vi que vou me decepcionar :( acho que não vou arriscar!
    Bjoss

    ResponderExcluir
  10. uoow... O livro deve ser extremamente emocionante... não gosto de chorar, mas nunca resisto. rsrs... Adorei a resenha, obrigada!!!

    ResponderExcluir
  11. Geeeente, para tudo!
    Quando fui na Bienal (no Rio), acabei ganhando um marca páginas deste livro e quando li o que estava escrito nele, logo pensei: "Não deve ser um livro legal e sim enjoativo", mas agora que acabo de ler sobre a sua resenha -gente- me sinto animada em ler a história. Por mais que tenha um fim triste (como você disse), me interessei em ler. Obrigada pela resenha linda.
    Beijos!

    http://enfim-dezessete.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

« »
 
Layout por Adália Sá e modificações por Brunna Carolinne. © Proibido cópia total ou parcial. Plágio é crime!