Resenha: Cidade das Cinzas


Resenha por Brunna Carolinne

Autora: Cassandra Clare
Editora: Galera Record
Número de páginas: 406

ATENÇÃO: Esta resenha pode conter spoilers do livro anterior da série Os Instrumentos Mortais. Confira a resenha de Cidade dos Ossos aqui.

Depois do totalmente inesperado (pelo menos pra mim) final de Cidade dos Ossos, estava com muita ansiedade para saber o que a Cassandra Clare aprontou no segundo livro.
Neste Clary está lidando com o fato de sua mãe estar em coma no hospital, dela ser irmã do irresistível e totalmente bruto Jace, seus novos poderes de Caçadoras de Sombras aparecendo e pelo seu forçado namoro com seu melhor amigo. Como se todas essas dificuldades não bastassem, o segundo Instrumento Mortal é roubado por Valentim (o pai do mal de Clary e Jace) e as aparências indicam que Jace é seu cúmplice. Ele já estava sendo investigado de perto pela Inquisidora (uma mulher sem senso de humor e totalmente insana), agora mesmo que ela não lhe dará descanso algum. E assim ele tem que provar para sua família, para Clave e para Inquisidora que ele não está tramando nada com o seu pai (o que não vai ser nada fácil).
Estão ocorrendo assassinatos de seres do Submundo, o que deixa todos mais alarmados ainda. Será se Valentim tem algo a ver com essas mortes? Se sim, por que ele está fazendo isso?
Enquanto isso, a vida de Simon não está menos complicada, ele está enfrentando um "probleminha" que mudará a sua vida (e das pessoas próximas  a ele) para sempre.
Os Instrumentos Mortais vem ficando mais irresistível a cada livro. O final ofegante desse segundo deixa um ótimo gancho para o próximo: Cidade de Vidro. A batalha final foi emocionante, as descobertas são incríveis e os mistérios estão mais enigmáticos a ponto de me deixarem louca de curiosidade.
Os personagens secundários foram bem explorados, como o Alec, por exemplo, que vem me conquistando aos poucos. O Magnus também apareceu mais e os pais do Alec e da Isabelle finalmente nos foram apresentados oficialmente. Novos personagens aparecem e todos ao seu modo enriquecem a estória.
Só senti falta da Clary se importar/sofrer mais por causa da mãe, porque afinal ela está à beira da morte. Acho que ela deveria procurar uma cura para a mãe, mesmo que todos dissessem que não existe, mas pelo que deu pra perceber pelo final do livro, essa questão deve ser amplamente abordada no próximo volume.

4 comentários:

  1. Tbm fiquei de cara com o final do 1 e estava ansiosa para saber o que ia rolar no 2, mas achei o ritmo um caidinho + fraco. Mas gostei dos personagens serem mais explorados.

    Andy_Mon Petit Poison

    ResponderExcluir
  2. Camila Fernandes25/07/2012 17:36

    Concordo com você sobre o final do Cidade de Ossos. No início eu não acreditei, estava esperando a pegadinha. Mas não teve. Então li Cidade das Cinzas para ver o que acontecia. Não está tão elétrico como o primeiro, mas eu bom também. Agora resta saber o que vai acontecer no último livro.
    Beijinhos!

    ♥Livro's♥

    ResponderExcluir
  3. Escrevem muito bem, parabéns viu. Adorei o blog.

    ResponderExcluir
  4. Retribuindo a visita lá no blog! ^^
    Eu também fiquei chocada com o final de Cidade dos Ossos, mas eu esperava mais do livro. Tenho Cidade das Cinzas aqui, mas ainda não li pq a série não me empolgou, não achei isso tudo aí que dizem, mas vou continuar lendo.
    Espero que esse seja mais empolgante! :D
    Beijo!

    Coisas Desiguais 

    ResponderExcluir

« »
 
Layout por Adália Sá e modificações por Brunna Carolinne. © Proibido cópia total ou parcial. Plágio é crime!